Páginas

quinta-feira, 4 de setembro de 2008


15/08 - PRESBITERIANA DA TIJUCA - RJ

Por: Gustavo Faleiro


Não existe coisa melhor do que estar na presença do Senhor, junto com o Seu povo. Ministramos na igreja Presbiteriana da Tijuca. Fomos EXTREMAMENTE bem recebidos e nos sentimos em casa. Com total liberdade para louvar e engrandecer o nome daquele que é Digno!

Infelizmente não tivemos a chance de tirar fotos, por isso esta ministração ficará apenas na nossa memória e em nossos corações. Porém, podemos dizer que Deus se fez presente naquele lugar.

Precisa de mais alguma coisa??

Aproveito esta postagem para dizer o quanto eu amo a igreja do Senhor Jesus. Temos o privilégio de ministrar em diversos lugares diferentes, e conhecer pessoas diferentes. Qualidades, defeitos, necessidades, frustrações, vitórias, alegrias, enfim, tudo isso se mistura no meio do povo de Deus. E é exatamente isso que faz desse povo, uma comunidade tão maravilhosa.

Ontem mesmo conversava com meu grande amigo John (vineyard) sobre a tristeza de saber que existem pessoas que seguem a Jesus Cristo, o aceitam como Senhor de suas vidas, mas detestam a Sua igreja. Sempre reclamam de alguma coisa. Sempre estão insatisfeitos, sempre questionam posicionamentos, sempre murmuram.... Não consigo imaginar o que se passa na cabeça dessa galera... Em alguns momentos são tão intelectuais que parecem até alguns fariseus chatos relatados na palavra, em outros são tão "birrentos" e mimados que pareçem crianças sem condição de receber um alimento mais sólido.....

Não dá pra imaginar isso... pessoas que não se misturam com outras por causa de denominações, ou características que são meramente pessoais, como gosto musical, cultural, etc.... Transformam o evangelho e a comunidade evangélica em verdadeiros Guetos, se excluíndo da essência do cristianismo que é o amor demonstrado no meio do povo, do corpo.

Enfim, não sei se isso é um desabafo , ou uma forma de demosntrar em poucas palavras o quanto eu amo a igreja do Senhor (acho que um pouco dos dois), e o quanto eu quero lutar por ela.

Abraços Sonares!