Páginas

terça-feira, 26 de dezembro de 2006

CATETE - 23/12/2006




Por Juninho Falleiro

Hoje o dia foi curioso, fez calor e chovia ao mesmo tempo. Dentro desta loucura, estavamos nós, no auge do Natal, ministrando a mensagem de Jesus através da música na Ig. Metodista no Catete.
O culto fazia parte da agenda da federação de Jovens do distrito local e a celebração era de encerramento do ano. Sendo assim, resolvemos inaugurar um equipamento novo de som, afinal, culto jovem, nós somos jovens, não teríamos oportunidade melhor.
Dessa forma começamos. Música vai, música vem e o "loop" (que era o resultado deste novo equipamento), não funcionou bem, para piorar, o retorno do Gustavo, nosso batera, pifou. Assim, estava o "loop" de um lado e nós de outro. Que viagem!
O Márcio era quem comandava o "laptop", logo o Márcio, o cara mais tranquilo do grupo. Até ele perceber tudo o que estava acontecendo, foram longos segundos.
Contudo, contornamos bem a situação e a ministração fluiu. Ficamos assim: O Márcio com sua postura exemplar, o Felipe rindo de tudo, o Gustavo sem retorno e tenso na batera, o Bruno esqueçendo a letra das músicas e eu, tentando descobrir qual era a próxima música.
É, realmente o dia foi curioso, mas o culto tinha um tema: Esperança. Assim, fica pro próximo ano a expectativa de sermos cada vez melhores. Seja na condução de novos equipamentos, ou no desenvolvimento musical. Tenho certeza que vamos crescer, não porque temos virtudes, mas porque sei que Jesus vai ao nosso lado.

sexta-feira, 15 de dezembro de 2006

GARDÊNIA AZUL - 10/12/2006


Por Bruno Silva

Como posso descrever aquele dia... Tem horas que temos a certeza que os céus vão se abrir. A galera do SONAR foi pontual com o horário, passamos o som e partimos para um momento super especial, onde em uma sala fechada pedimos a direção de Deus para a ministração. Lá em cima naquela sala, já sabíamos que Deus nos tocaria com sua mão de misericórdia.
Os cânticos fluíram, a palavra foi VIVA, penetrante e é claro, o Espírito Santo convence o homem do pecado. Tudo que nós esperamos não é um reconhecimento, nem elogios, mas sim frutos. O resultado deste encontro (os frutos) foram vidas que se renderam ao Senhor, Gloria Deus.... auuuuuuuuuuuuuuuuuu!!!!
Pai queremos te conhecer. Pai conheça-nos através dos Frutos, aleluia.
"Pelos seus frutos os conhecereis" Mt.7-16